Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

EUA registram déficit orçamentário recorde em outubro

O déficit orçamentário dos Estados Unidos alcançou 237,1 bilhões de dólares em outubro, primeiro mês do ano fiscal 2008-2009, cifra quatro vezes maior do que a registrada há um ano, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira pelo Departamento do Tesouro.

AFP |

O valor representa um recorde mensal absoluto, indicou uma porta-voz do Tesouro em Washington.

Em alta de 71%, os gastos do Estado federal atingiram 402,02 bilhões de dólares, em outubro, também um recorde mensal. Esses gastos foram incrementados pelos 115 bilhões de dólares destinados aos oito maiores bancos americanos, na esteira do plano de resgate do sistema financeiro adotado pelas autoridades, e pelos 21,5 bilhões de dólares usados pelo governo para comprar títulos da dívida emitidos pelos dois gigantes do refinanciamento hipotecário, Fannie Mae e Freddie Mac.

A arrecadação caiu 7%, batendo 164,85 bilhões de dólares, completou o Tesouro.

O déficit orçamentário dos Estados Unidos disparou ao longo do ano 2007-2008, atingindo a soma recorde de 455 bilhões de dólares, sobretudo, por causa do desaquecimento da economia e do plano de resgate adotado na primavera (hemisfério norte), que reduziram as receitas e reforçaram os gastos.

Para o ano em curso, a Casa Branca conta com um déficit de 482 bilhões de dólares. Desde já, esse objetivo parece, porém, irrealizável. No final de outubro, o secretário adjunto do Tesouro, interinamente encarregado dos negócios financeiros internos, Anthony Ryan, havia dito que o Estado federal americano precisaria de um financiamento "sem precedentes" para o ano fiscal corrente, diante das inúmeras medidas tomadas para apoiar a economia nacional.

Embora essas iniciativas sejam levadas em consideração no déficit orçamentário previsto pelas autoridades, esse poderá ser "afetado" pela "degradação potencial das condições econômicas", disse Ryan.

Alguns analistas estimam que o déficit poderá atingir 1 trilhão de dólares no final do ano fiscal.

Barack Obama, que assumirá a presidência americana em 20 de janeiro, já anunciou que "a primeira medida" que tomará quando chegar ao poder será um plano de relançamento, para tentar impedir os efeitos da retração do Produto Interno Bruto (PIB) americano.

Leia mais sobre: orçamento

Leia tudo sobre: euaorçamento

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG