Tamanho do texto

A Qualcomm informou que registrou uma queda de 56% no lucro líquido do seu primeiro trimestre fiscal (outubro a dezembro), em virtude de um declínio em sua carteira de investimentos. A fabricante de chips para celulares disse que registrou um lucro de US$ 341 milhões (US$ 0,20 por ação) no primeiro trimestre fiscal, de um lucro de US$ 767 milhões (US$ 0,46 por ação) registrado em igual período de 2008.

Esse resultado inclui baixas contábeis de US$ 388 milhões em ativos e US$ 1,1 bilhão em perdas não realizadas em ativos. Excluindo os custos de compensação baseados em ações e outros itens, a Qualcomm obteve um lucro de US$ 0,31 por ação no primeiro trimestre fiscal. A receita cresceu 3,2% para US$ 2,52 bilhões.

Para o atual trimestre, a Qualcomm espera uma receita de US$ 2,25 bilhões a US$ 2,45 bilhões. A estimativa dos analistas é de uma receita de US$ 2,42 bilhões, de acordo com uma pesquisa da Thomson Reuters. Para o ano fiscal 2009, a companhia prevê uma receita de US$ 9,3 bilhões a US$ 9,8 bilhões. Em novembro, ela estimava uma receita de US$ 10,2 bilhões a US$ 10,8 bilhões.

Há pouco, nas transações do after-hours do mercado norte-americano, as ações da Qualcomm caíam 5,49%, refletindo o desapontamento dos investidores com o rebaixamento da previsão de receita para o ano fiscal. Além disso, a companhia disse que não vai mais dar projeção de lucro por causa do impacto da volatilidade nos mercados financeiros em seus investimentos.

No pregão regular desta quarta-feira, as ações da Qualcomm fecharam a US$ 36,82, em alta de 2,92%. As informações são da Dow Jones.