Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

EUA prometem proposta sobre subsídios para amanhã

O governo americano se reuniu hoje com o Itamaraty, durante as negociações para a Rodada Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC), e avisou que amanhã apresentará sua proposta de cortes de subsídios. Contudo, para o chanceler Celso Amorim, as discussões dos ministros de cerca de 40 países reunidos em Genebra não apresentaram hoje nenhum avanço.

Agência Estado |

Para ele, as reuniões de hoje foram "inúteis". "Sem surpresas, mas também sem idéias. Estamos no mesmo ponto de antes da reunião.".

"Talvez tenha sido uma reunião necessária, mas totalmente inútil do meu pronto de vista, porque não houve nenhuma idéia nova, nenhuma sugestão. Esperemos até amanhã, as pessoas precisam expressar suas posições", acrescentou Amorim. O corte de subsídios é considerado o objetivo central dos países emergentes, para os quais a medida acabaria com as distorções nos mercados.

Mercosul

A Casa Branca quer concessões do Brasil no setor automotivo, o que seria uma manobra para rachar o Mercosul. Segundo fontes, seria uma tentativa de isolar a Argentina, principal parceira do Brasil no bloco regional, mas que não dá sinais de concessões em acesso aos produtos industriais. Amorim, entretanto reiterou hoje à representante de Comércio dos Estados Unidos, Susan Schwab, que "nada na Rodada Doha colocará a sobrevivência do Mercosul em risco".

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG