Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

EUA pedem que Rússia e Ucrânia evitem suspensão em fornecimento de gás

Bruxelas, 1º jan (EFE).- Diante da decisão da gigante russa Gazprom de suspender suas exportações para o mercado ucraniano, os Estados Unidos pediram à Rússia e à Ucrânia que solucionem sua nova disputa sobre o gás sem interromper o fornecimento do insumo.

EFE |

"Esta disputa pode ser solucionada sem uma interrupção na distribuição de gás, que poderia ter implicações humanitárias neste inverno", afirmou em nota a embaixadora dos EUA na União Européia (UE), Kristen Silverberg.

Um fornecimento mínimo de gás à Ucrânia e ao resto da Europa "é essencial para a estabilidade nos mercados de energia regionais e globais", acrescentou Silverberg.

Os EUA pedem "a ambas as partes que retomem as negociações", frisou a embaixadora, que disse acreditar que Moscou e Kiev trabalharão "com boa fé e de forma transparente para solucionar esta disputa".

Nesta quinta-feira, a Gazprom suspendeu totalmente o envio de gás à Ucrânia devido a uma contenda comercial com a estatal ucraniana Naftogas, embora vá manter as exportações à UE.

O bloco europeu, por sua vez, exigiu respeito aos contratos sobre o fornecimento do gás russo aos seus países. Além disso, pediu que não seja prejudicada por esta nova disputa entre Moscou e Kiev.

Aproximadamente 80% do gás natural que a Gazprom vende à Europa passa pelo território ucraniano, enquanto o restante é transportado por Belarus. EFE rcf/sc

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG