Tamanho do texto

O plano da administração americana para ajudar os bancos a se desfazerem de seus ativos invendáveis pode custar até US$ um trilhão, disse nesta sexta-feira o influente senador republicano Richard Shelby.

"Acredito que vai custar pelo menos 500 bilhões", declarou Shelby, número dois da comissão dos Assuntos bancários ao canal de televisão ABC.

"Mas se olharmos para o que o Federal Reserve já fez, se olharmos para a extensão dos poderes do Tesouro para resolver o problema da Fannie Mae e da Freddie Mac, devemos chegar a aproximadamente US$ 1 trilhão", acrescentou Shelby.

O Tesouro e o banco central americano iniciaram quinta-feira discussões com o Congresso sobre um "vasto plano" destinado a ajudar os bancos a se livrarem de seus ativos invendáveis, na origem da crise financeira atual.

chr/fga/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.