Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

EUA não podem ser tidos como os únicos responsáveis pela crise, diz Paulson

O secretário do Tesouro americano, Henry Paulson, declarou nesta quarta-feira que os Estados Unidos não podem ser considerados os únicos responsáveis pela crise econômica e financeira atual.

AFP |

"Durante vários anos, desequilíbrios mundiais persistentes e crescentes favoreceram um aumento espetacular dos fluxos de capitais, das taxas de juros baixas, dos riscos excessivos e de uma busca mundial por rentabilidade. Esses excessos não podem ser atribuídos a uma única nação", disse Paulson durante uma entrevista coletiva.

"Não há dúvida de que a poupança baixa nos Estados Unidos é um fator importante, mas a falta de consumo e a acúmulo das reservas na Ásia e nos países exportadores de petróleo, assim como os problemas estruturais na Europa, também contribuíram para os desequilíbrios", acrescentou.

"Se tratarmos somente os problemas de regulação específicos, por mais críticos que eles sejam, sem solucionar os desequilíbrios mundiais que alimentaram os excessos recentes, vamos perder uma oportunidade de melhorar de forma espetacular as fundações para a recuperação dos mercados mundiais e da vitalidade econômica", explicou Paulson.

Segundo vários economistas, a crise financeira atual nasceu nos Estados Unidos do excesso de empréstimos imobiliários de risco. As perdas decorrentes destes empréstimos acabaram contaminando todo o sistema financeiro mundial através da distribuição pelos bancos e Wall Street de produtos derivados destes créditos.

mj/yw

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG