Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

EUA: Microsoft lucra 2% mais no 4tri fiscal e revê projeção para 2009

A Microsoft Corp informou que registrou um aumento de 2% no lucro líquido no terceiro trimestre (quarto trimestre fiscal), com a desaceleração do crescimento das vendas em meio a um ambiente econômico desafiador. Inicialmente, as ações da gigante de software dispararam 5% nas transações do after-hours do mercado norte-americano, apesar da companhia ter rebaixado modestamente sua previsão de lucro para o ano fiscal 2009, para entre US$ 2,00 e US$ 2,10 por ação, de uma projeção anterior de US$ 2,12 a US$ 2,18.

Agência Estado |

Contudo, há pouco, as ações tinham virado em baixa, para uma queda de 0,09%.

Segundo participantes do mercado, os movimentos iniciais das ações no after-hours foram baseados na convicção de que a companhia não vê um impacto significativo do declínio econômico. A Microsoft disse que pode continuar a superar o crescimento geral nos gastos de tecnologia de informação. No pregão regular desta quinta-feira, a Microsoft fechou a US$ 22,32, em alta de 4,01%.

A Microsoft disse que o resultado do terceiro trimestre mostrou vigor, com um lucro líquido de US$ 4,37 bilhões (US$ 0,48 por ação), de um lucro de US$ 4,3 bilhões (US$ 0,45 por ação) registrado em igual período do ano passado. A receita cresceu 9% no terceiro trimestre, para US$ 15,06 bilhões, e ficou confortavelmente acima do esperado pelos analistas.

Em julho, a Microsoft projetava um lucro de US$ 0,47 a US$ 0,48 por ação sobre uma receita de US$ 14,7 bilhões a US$ 14,9 bilhões. Os analistas estavam esperando um lucro de US$ 0,47 por ação sobre uma receita de US$ 14,81 bilhões no terceiro trimestre.

As vendas da divisão de cliente da Microsoft, que faz o sistema operacional Windows, subiram 1,9%, embora o lucro tenha recuado 3,6%. O Vista, a mais recente encarnação do Windows, tem se mostrado menos popular do que suas versões anteriores.

Olhando para o futuro, a Microsoft disse que acredita que está em uma boa posição competitiva, mas ainda assim reduziu suas previsões para o ano fiscal 2009. A projeção para a receita foi rebaixada para US$ 64,9 bilhões a US$ 66,4 bilhões, de uma estimativa anterior de US$ 67,3 bilhões a US$ 68,1 bilhões.

Para o quarto trimestre (primeiro trimestre fiscal), a companhia prevê um lucro de US$ 0,51 a US$ 0,53 por ação sobre uma receita de US$ 17,3 bilhões a US$ 17,8 bilhões. Os analistas estavam esperando uma projeção de US$ 0,55 por ação sobre uma receita de US$ 17,96 bilhões.

A Microsoft ainda planeja fazer uma captação no mercado da dívida pela primeira vez. Isso, combinado com a autorização para recomprar US$ 40 bilhões em ações, renovou as especulações de que a companhia poderá fazer outra oferta pelo Yahoo!. Duas semanas atrás, o executivo-chefe da Microsoft, Steve Ballmer, sugeriu que estava aberto para discutir um novo acordo com o Yahoo!, cujo lucro líquido despencou 64% no terceiro trimestre. Para ajudar a reduzir os custos, a diretoria do Yahoo! disse que está planejando cortar em 10% sua força de trabalho. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG