Tamanho do texto

O Tesouro americano deve depositar nesta segunda-feira US$ 4 bilhões de dólares nas contas dos fabricantes de automóveis General Motors (GM) e Chrysler, um alívio para os dois gigantes do setor, que lutam para sobreviver.

A Chrysler receberá assim o total da soma que foi aprovada pelo governo, mas a GM receberá mais US$ 5,4 bilhões em janeiro.

Estas somas foram concedidas com caráter excepcional dentro do plano Paulson de resgate do sistema financeiro, no valor total de 700 bilhões de dólares.

Outra parcela de US$ 4 bilhões será colocada à disposição da GM em fevereiro, após o desbloqueio pelo Congresso da segunda parte dos recursos.

hh/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.