Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

EUA: Fed pode reduzir taxas perto de zero para estimular crédito

Os dirigentes do Federal Reserve (Fed) iniciaram nesta segunda-feira uma reunião de dois dias, em meio a expectativas de que decidam reduzir a taxa de juros para perto de zero, em um novo esforço para combater o congelamento do crédito.

AFP |

Alguns analistas observaram, no entanto, que os cortes nas taxas fracassaram até agora como estímulo à atividade econômica, e que o banco central presidido por Ben Bernanke talvez esteja mais inclinado na direção de um leque de decisões inéditas para recuperar o fluxo de crédito.

O Comitê de Política Monetaria (FOMC) do Fed, também presidido por Bernanke, deve reduzir sua taxa básica, atualmente em 1%, no que seria uma medida meramente simbólica.

A reunião começou às 19H00 GMT desta segunda, e deve terminar às 19H15 GMT de terça-feira.

Os negócios do mercado sugerem como mais verossímil um corte na taxa dos fundos federais de três quartos de ponto, que ficaria em apenas 0,25%, mas muitos analistas adiantam um corte de meio ponto, que já seria suficiente para reduzir a taxa ao nível mais baixo de sua história.

Entretanto, os cortes nas taxas do Fed não surtiram muito efeito sobre os empréstimos a consumidores e empresas, e o banco central parece decidido a ampliar seu arsenal de ações extraordinárias para combater a contração do crédito e evitar uma paralisia, provocando uma espiral deflacionária.

bur-rl/ap

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG