O governo dos Estados Unidos "apoia enfaticamente" o ingresso da Rússia na Organização Mundial do Comércio (OMC), disse o subsecretário de Estado norte-americano para assuntos políticos William Burns, em comentários feitos no Centro para o Progresso Americano, um think-tank com sede em Washington.Burns, um ex-embaixador norte-americano em Moscou, observou que a Rússia é, no momento, "a maior economia do mundo fora da OMC, único membro do G-20 a não fazer parte" da influente organização.

O governo dos Estados Unidos "apoia enfaticamente" o ingresso da Rússia na Organização Mundial do Comércio (OMC), disse o subsecretário de Estado norte-americano para assuntos políticos William Burns, em comentários feitos no Centro para o Progresso Americano, um think-tank com sede em Washington.

Burns, um ex-embaixador norte-americano em Moscou, observou que a Rússia é, no momento, "a maior economia do mundo fora da OMC, único membro do G-20 a não fazer parte" da influente organização. "Certamente não é do interesse da Rússia, nem é o nosso interesse", que o país continue fora da OMC.

"Nós já deveríamos estar na OMC há muito tempo", criticou ontem o presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, em visita a Washington, onde participou da reunião de cúpula internacional sobre armas nucleares. A Rússia já acusou os EUA, em diversas ocasiões, de obstruir seu ingresso na OMC, fundada em 1955 com o objetivo de liberalizar o comércio internacional e que hoje conta com 153 países. Medvedev defendeu que a aceitação da Rússia na OMC "seja rápida, sem humilhações nem novas demandas". As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.