Washington, 12 abr (EFE).- A ameaça do terrorismo nuclear é "real, séria" e está aumentando, disse hoje John Brennan, principal assessor da Casa Branca sobre antiterrorismo, pouco antes do início da cúpula internacional sobre o tema em Washington.

Washington, 12 abr (EFE).- A ameaça do terrorismo nuclear é "real, séria" e está aumentando, disse hoje John Brennan, principal assessor da Casa Branca sobre antiterrorismo, pouco antes do início da cúpula internacional sobre o tema em Washington. Brennan afirmou, em entrevista coletiva no centro de convenções da capital americana, que receberá hoje e amanhã a Cúpula sobre Segurança Nuclear, que grupos como a Al Qaeda têm um "grande" interesse em fabricar uma arma atômica. "A Al Qaeda tentou adquirir uma arma nuclear nos últimos 15 anos e seu interesse continua sendo grande hoje em dia", ressaltou Brennan. O alto assessor da Casa Branca disse não ter provas de que a Al Qaeda já tenha fabricado uma arma nuclear e acrescentou que Washington está decidido a impedir que isso aconteça. Os EUA insistiram em que a segurança nuclear representa a principal ameaça em curto, médio e longo prazo para a segurança do país e do mundo, o que levou o presidente americano, Barack Obama, a convocar a cúpula. EFE tb/pd
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.