Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

EUA denunciam ameaça contra um de seus diplomatas na Bósnia

Os Estados Unidos pediram neste sábado aos líderes políticos bósnios que ponham fim a uma campanha horrível lançada aparentemente contra um diplomata norte-americano em missão na Bósnia.

AFP |

"Durante os últimos meses, uma campanha horrível foi lançada contra diplomatas americanos com o objetivo de apresentar-lhes falsamente como 'perseguidores' de determinadas pessoas ou instituições", afirmou a embaixada americana em Sarajevo em um comunicado.

"O governo dos EUA pede a todos que cessem e abandonem uma linguagem que tenta satanizar responsáveis americanos ou responsáveis da comunidade internacional", acrescentou o texto.

Sem mencioná-lo pelo nome, a embaixada se referiu ao adjunto do Alto Representante da Comunidade Internacional na Bósnia, o americano Raffi Gregorian.

O jornal Dnevni Avaz publicou nesta sexta-feira uma carta de uma suposta organização com base nos EUA chamada "A vingança sérvia" na qual prometeu dois milhões de dólares à pessoa que assassinar Gregorian.

"O governo dos Estados Unidos condena energicamente as ameaças contra Gregorian", afirmou a embaixada em seu comunicado.

sar/lm

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG