Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

EUA: Déficit de conta corrente aumentou para 5,1% do PIB no 2º trimestre

Washington, 17 set (EFE).- O déficit de conta corrente dos Estados Unidos aumentou para US$ 183,1 bilhões no segundo trimestre, o que representa 5,1% do Produto Interno Bruto (PIB), informou hoje o Departamento de Comércio americano.

EFE |

A conta corrente é a medida mais ampla do fluxo internacional de bens, serviços e capital que entram e saem dos Estados Unidos.

Em outras palavras, o déficit reflete quanto dinheiro os americanos precisar pegar emprestado ou quantos ativos do país são vendidos aos estrangeiros para continuar financiando seu consumo e seus investimentos.

O déficit de conta corrente diminuiu no último ano, principalmente porque houve uma redução das importações e um aumento das exportações, devido à desvalorização do dólar frente a outras moedas.

Há um ano, o déficit de conta corrente equivalia a 6,6% do PIB.

O dólar desvalorizou 2% no segundo trimestre deste ano frente às sete moedas mais importantes do mundo.

Poucos economistas acham que um déficit de conta corrente que represente 5% do PIB seja sustentável.

No trimestre de abril a junho, o déficit no comércio de bens e serviços subiu de US$ 177,1 bilhões para US$ 180,6 bilhões.

O déficit na troca de bens passou de US$ 211 bilhões a US$ 216,3 bilhões. O superávit no comércio de serviços subiu de US$ 33,9 bilhões para US$ 35,8 bilhões.

Os fluxos financeiros líquidos para os EUA, que no primeiro trimestre tinham somado US$ 190,4 bilhões, caíram para US$ 136,7 bilhões no segundo trimestre. EFE jab/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG