Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

EUA: déficit comercial cai 4,1%, para US$ 56,8 bilhões, em junho

O déficit comercial dos Estados Unidos recuou 4,1%, ficando em US$ 56,8 bilhões, em junho, porque a fragilidade do dólar compensou o nível recorde dos preços do petróleo, indicou nesta terça-feira o departamento do Comércio.

AFP |

Esta é uma boa surpresa para os analistas, que esperavam um agravamento do déficit, para US$ 61,9 bilhões. O déficit comercial voltou assim a seu nível mais baixo desde março de 2008.

Para maio, os dados foram revisados a US$ 59,2 bilhões, em vez dos US$ 59,8 bilhões anunciados inicialmente.

A baixa de junho pode ser explicada por uma forte alta das exportações (alta de 4%, a US$ 164,4 bilhões) enquanto as importações aumentaram apenas 1,8%, a US$ 221,2 bilhões.

Do lado das importações, o déficit caiu graças ao petróleo, que atingiu um preço recorde (117,13 dólares o preço médio do barril para importação), levando o déficit da balança de petróleo a um novo recorde histórico (US$ 36,4 bilhões).

Em contrapartida, o déficit da balança dos produtos não-petroleiros foi o mais fraco já registrado desde fevereiro de 2003.

Os Estados Unidos reduziram suas importações em quase todas as categorias, com exceção das matérias-primas, mas eles exportaram quantidades recordes de produtos alimentares, bens industriais, bens de equipamentos e produtos de consumo.

Com o dólar fraco, os EUA conseguiram recorde de exportações para a União Européia (UE). Mas esta tendência não deve durar, devido à valorização recente da moeda americana e do desaquecimento da economia mundial.

Em dados não corrigidos das variações sazonais. o déficit com a UE aumentou 4,5% a US$ 8,2 bilhões. O déficit com a China aumentou 1,8%, para US$ 21,4 bilhões e o déficit com o Canadá aumentou 33%, para US$ 7,2 bilhões.

cg/lm

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG