Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

EUA aumentaram participação no comércio de grãos em 07/08, diz OMC

GENEBRA (Reuters) - Os Estados Unidos aumentaram sua fatia nas exportações de trigo e outros grãos em 2007/2008, de acordo com um relatório da Organização Mundial do Comércio (OMC). As exportações norte-americanas de trigo e farinha de trigo subiram para cerca de 34,2 milhões de toneladas em 2007/2008, o equivalente a 31,3 por cento do total das exportações mundiais (o maior volume de exportações em pelo menos uma década), contra 25 milhões de toneladas ou 22,7 por cento do relatório anterior. A sondagem atual data do dia 17 de novembro e foi publicada no site da OMC.

Reuters |

Já as exportações de trigo do Canadá caíram para 16,4 milhões de toneladas, ou 15 por cento do total, contra 19,4 milhões de toneladas (17,6 por cento do total) na temporada passada.

As exportações de trigo da Rússia atingiram 12,1 milhões de toneladas ou 11,1 por cento do total, contra 10,9 milhões de toneladas ou 9,9 por cento anteriormente.

As exportações norte-americanas de outros grãos, incluindo cevada, milho, sorgo, aveia, centeio, triticale, também aumentaram, segundo o relatório.

As vendas externas desses grãos subiram para cerca de 70,3 milhões de toneladas em 2007/2008, ou 55,1 por cento do comércio total mundial. Em 2006/2007, o desempenho dos EUA foi de 59,963 milhões de toneladas ou 54,3 por cento.

As exportações argentinas de grãos subiram para 16,7 milhões de toneladas, ou 13,1 por cento do total, contra 14,246 milhões de toneladas no ano anterior.

Já as exportações do Brasil chegaram a 10,9 milhões de toneladas, especialmente de milho, ou 8,5 por cento do total mundial. Em 2006/2007, o país exportou 5,902 milhão de toneladas, ou 5,3 por cento do total.

Os números da OMC não consideram as exportações de soja. O Brasil é o segundo exportador dessa oleaginosa.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG