Mistura do combustível valerá para veículos e caminhões leves de modelos a partir de 2007

selo

A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA, na sigla em inglês) aprovou hoje a elevação da mistura de etanol na gasolina de 10% para 15%. A medida vai valer para veículos e caminhões leves de modelos a partir de 2007 até os modelos novos.

Segundo a administradora da EPA, Lisa Jackson, testes mostraram que o E15, como é conhecida a mistura de 15% de etanol na gasolina, não afeta os motores e equipamentos de controles de emissões de carros novos e de caminhões leves. A decisão da EPA foi tomada depois que testes intensivos foram realizados pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos em relação aos efeitos nos motores e nas emissões.

A expectativa é de que esta seja a primeira de um número de ações que serão necessárias na indústria, governo estadual e federal para que a mistura de E15 seja comercializada. A decisão para que o E15 fique liberado para carros de modelos entre 2001 e 2006 ainda depende de resultados de testes adicionais feitos pelo Departamento de Energia (DOE).

O prazo inicial é de que estes resultados saiam até novembro. Porém, a EPA não deverá liberar o E15 para carros e caminhões leves de modelos 2000 e anteriores por falta de dados e testes que sustentem esta medida.

Várias medidas adicionais também estão sendo tomadas para ajudar os consumidores a identificar facilmente o combustível correto para seus veículos. Primeiro, a EPA está propondo procedimentos para identificar corretamente as bombas de E15, incluindo uma especificação por parte da indústria sobre a quantidade de etanol na gasolina que é vendida para os varejistas. Também está sendo planejado uma fiscalização trimestral em postos varejistas para ajudar a assegurar que as bombas estão corretamente identificadas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.