Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

EUA aprovam ajuda de US$ 138 bilhões para o Bank of America

Redação Central, 16 jan (EFE).- O Governo dos Estados Unidos respaldará o Bank of America com até US$ 138 bilhões, dos quais US$ 20 bilhões correspondem a investimento direto e o resto às perdas que o banco possa ter, devido, principalmente à compra do Merrill Lynch.

EFE |

Este pacote de ajuda, que busca dar estabilidade ao principal banco dos Estados Unidos por ativos, será financiado entre o Departamento do Tesouro, o Federal Reserve (Fed, banco central americano) e a Corporação Federal de Seguradora de Depósitos (FDIC, em inglês), informou hoje a autoridade monetária, em comunicado.

Os três organismos protegerão o banco com até US$ 118 bilhões, diante da possibilidade de que registre perdas incomuns, devido à compra do Merrill Lynch em novembro no valor de US$ 50 bilhões.

Precisamente, apoiarão ativos do Merrill Lynch, como empréstimos e hipotecas, que se desvalorizaram devido à situação econômica atual e que, devido à aquisição, o Bank of America assumiu com a compra.

Adicionalmente, o Tesouro injetará na entidade US$ 20 bilhões ao plano de resgate aprovado em outubro pelo Governo americano, número que se soma aos US$ 25 bilhões que recebeu anteriormente em outra injeção de capital.

Em contrapartida à proteção de perdas, o Bank of America emitirá ações preferenciais para o Tesouro e a FDIC, enquanto que, para fazer frente à injeção de liquidez, dará 8% do dividendo ao Tesouro.

Com esta operação, o Governo dos Estados Unidos busca fortalecer o sistema financeiro e proteger os contribuintes e a economia do país, segundo a mesma fonte, que acrescenta que continuará utilizando todos os recursos dos quais dispõe para manter a força dos bancos e evitar a queda de novas entidades. EFE atm-ads/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG