WASHINGTON - O Federal Reserve (Fed, banco central) dos Estados Unidos anunciará nesta terça-feira sua decisão sobre a política monetária, e a maioria dos analistas espera que a entidade mantenha as taxas de juros nos níveis baixos registrados há mais de um ano.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561753743&_c_=MiGComponente_C

O Comitê de Mercado Aberto da Reserva, que dirige a política monetária, anunciará sua resolução às 15h15 (horário de Brasília).

Desde o início da recessão, em dezembro de 2007, o Fed injetou mais de US$ 1,2 trilhões através de diversos instrumentos de política monetária, e desde dezembro de 2008 mantém abaixo de 0,25% a taxa de juros interbancária de curto prazo.

Após quatro trimestres consecutivos de recessão, a maior economia do mundo recuperou seu crescimento no terceiro trimestre do ano passado, e cresceu no quarto com o ritmo mais rápido em cinco anos.

De todas as formas, o índice de desemprego segue alto (9,7%) e o setor imobiliário, que originou a maior crise financeira em sete décadas, se mantém sob incertezas, e por isso a maioria dos analistas acredita que o banco central continuará com sua política monetária generosa.

Os mercados aguardam com maior atenção os indícios do Comitê de Mercado Aberto sobre a retirada gradual de seu aporte monetário, que incluiu a aquisição de bônus do Tesouro em longo prazo, garantias a papéis de câmbio comerciais e aquisição de títulos respaldados por hipotecas desvalorizadas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.