As autoridades americanas anunciaram nesta quarta-feira que realizarão testes de estresse com os principais bancos do país em abril, para verificar se estes possuem o capital adequado para atravessar sem maiores dificuldades o período de crise econômica.

As agências de regulação bancária indicaram que os testes servirão para "determinar se as maiores instituições bancárias dos EUA têm capital suficiente para aguentar o impacto de um ambiente econômico mais difícil do que o previsto a princípio".

Bancos com mais de 100 bilhões de dólares em ativos serão submetidos aos testes, que estabelecerão a necessidade de novas injeções de capital ou de outras formas de ajuda por parte do governo, dentro do orçamento do plano de resgate financeiro aprovado pelo Congresso americano, de acordo com um comunicado das agências reguladoras.

Os examinadores "estudarão o potencial específico de prejuízos de cada instituição, e as estimativas de recursos necessários para absorver essas perdas, considerando o pior cenário possível, e determinarão se o banco em questão possui a quantidade e a qualidade de capital necessárias para garantir (...) que desempenhe seu papel fundamental na economia".

Os "testes de estresse" são uma parte essencial do plano do governo Obama para ajudar bancos prejudicados pela crise do setor imobiliário e do crédito.

O plano "foi pensado para dar aos bancos o incentivo para substituir o capital injetado pelo governo por capital privado, ou converter o capital injetado pelo governo quando as condições permitirem", indicou um comunicado do departamento do Tesouro.

De acordo com as autoridades, 19 instituições bancárias serão submetidas aos "testes de estresse".

rl/ap/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.