Tamanho do texto

PEQUIM - Os Estados Unidos mantiveram a pressão sobre a China para a valorização do yuan nesta quinta-feira, com o embaixador norte-americano, Jon Huntsman, afirmando que se trata de uma questão muitíssimo importante e uma real preocupação para o país. Nós acreditamos ver mais flexibilidade na taxa de câmbio, disse Huntsman em uma audiência com estudantes na Universidade de Tsinghua, uma escola da elite em Pequim.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561818736&_c_=MiGComponente_C

"Eu estaria enganando vocês se eu deixasse a impressão de que esta não é uma questão muitíssimo importante nos Estados Unidos e continuará a ser. Vamos ver como as próximas semanas procedem", afirmou.

"Eu suspeito que haverá muitas importantes negociações nas próximas semanas. Este é uma preocupação real para as pessoas em meu país", disse Huntsman. "Muitos vêem a relação comercial com a China com um pouco fora de equilíbrio, parcialmente, por causa da emissão de moeda."

Leia mais sobre: China

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.