Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

EUA: 626.000 novos desempregados; recorde desde 1982

O número de novos desempregados inscritos nos Estados Unidos alcançou seu nível mais alto desde outubro de 1982 na semana encerrada em 31 de janeiro, com 626.000 pedidos de seguro-desemprego, superando as previsões dos analistas, segundo dados divulgados nesta quinta-feira.

AFP |

De acordo com os dados corrigidos pelas variações sazonais, foram apresentados 626.000 novos pedidos, indicou o Departamento de Trabalho em Washington.

Os analistas esperavam 580.000 novas inscrições.

Este é o nível mais alto deste indicador desde 30 de outubro de 1982.

O departamento de Trabalho revisou em alta a quantidade de pedidos apresentados na semana anterior (fechada em 24 de janeiro) em 591.000 (em vez de 588.000).

Segundo a média em quatro semanas, o número considerado como mais representativo de uma tendência, o dado de novos pedidos semanais de seguro-desemprego cresceu 7,2% na comparação com a semana anterior, ficando em 582.250 casos, seu mais alto nível desde dezembro de 1982.

Segundo a secretaria, a taxas de desemprego indenizado era de 3,6% (em dados corrigidos por variações sazonais) em 24 de janeiro, igual ao da semana anterior. Este foi seu patamar mais elevado desde agosto de 1983.

Os Estados Unidos tinham na data 4,788 milhões de desempregados indenizados, ou seja, o maior número registrado desde à publicação da estatística em 1967.

A taxa de desemprego oficial era de 7,2% em dezembro, segundo dados publicados no início de janeiro.

Os dados correspondentes a janeiro serão divulgados na sexta-feira, mas os analistas prevêem que a taxa ficará em 7,5%.

mj/lm

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG