Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Estudo diz que comércio com Brasil gera riscos para Espanha

Madri, 26 ago (EFE).- Um estudo elaborado por analistas do Banco da Espanha afirma que o país corre riscos ao comercializar com o Brasil e outros países latino-americanos.

EFE |

O relatório Mapa de exposição internacional sobre a economia espanhola, divulgado hoje, aponta que a Espanha aumentou "de modo considerável" sua interdependência econômica com o resto do mundo, embora isto tenha acontecido com países que apresentam riscos reduzidos no intercâmbio comercial e financeiro.

O documento analisa o grau de interdependência e o risco das relações econômicas entre a Espanha e outras nações, por meio de análise de exportações e importações de bens e serviços, importações energéticas, assim como excedentes de ativos e passivos da bolsa e o investimento estrangeiro direto.

Neste sentido, entre os parceiros mais seguros se destacam os países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (Ocde), com exceção dos localizados na zona do Pacífico.

Enquanto isso, os maiores riscos ocorrem ao comercializar com alguns países latino-americanos, como Brasil, México e Argentina e nações exportadoras de produtos energéticos como Rússia, Argélia e Venezuela.

No entanto, a Espanha apresenta um perfil menos arriscado que a média quando se analisa sua interdependência comercial (não energética) devido aos estreitos vínculos comerciais com a União Européia (UE). EFE csb/rb/gs

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG