Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Estudo aponta queda brusca em emprego no setor privado nos EUA

Nova York, 5 nov (EFE).- O setor privado dos Estados Unidos empregou em outubro 157 mil pessoas a menos que no mês anterior, informou hoje a empresa de análise Automatic Data Processing (ADP).

EFE |

Os dados, publicados dois dias antes de o Governo dos EUA divulgar os números oficiais, são piores que o esperado pelos analistas de Wall Street, que calculavam uma perda de 100 mil empregos no setor privado em outubro.

"O relatório sobre o emprego nacional em outubro dá evidências de que o mercado de trabalho continua se debilitando", assegura a ADP, que também adverte que seu documento não reflete o impacto da greve dos 27 mil funcionários da indústria aeroespacial entre setembro e outubro.

Por setores, a produção de bens ocupou em outubro 126 mil pessoas a menos que em setembro, incluídas 85 mil a menos na área manufatureira, enquanto a área de serviços deu emprego a 31 mil trabalhadores a menos.

Trata-se da primeira perda de emprego registrada no setor de serviços desde novembro de 2002, destacou a ADP em comunicado.

Segundo a firma, o setor de construção empregou em outubro 45 mil pessoas a menos que em setembro, o que representa a 23ª queda mensal consecutiva.

As grandes empresas, que têm 500 ou mais empregados, deram trabalho a 41 mil pessoas a menos em outubro; as médias (entre 50 e 499 trabalhadores) 91 mil trabalhadores a menos, e as pequenas (menos de 50 trabalhadores) ocuparam 25 mil funcionários a menos que no mês passado.

Wall Street costuma levar em conta os dados da ADP como um indicador do que poderia ser os números oficiais de desemprego do Governo, que serão divulgados na sexta-feira. EFE bj/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG