Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Estrangeiros retiram R$ 1,078 bi em abril da Bovespa

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) encerrou o mês de abril com uma saída de R$ 1,078 bilhão em capital externo. As compras totalizaram R$ 38,546 bilhões e as vendas, R$ 39,624 bilhões.

AE |

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) encerrou o mês de abril com uma saída de R$ 1,078 bilhão em capital externo. As compras totalizaram R$ 38,546 bilhões e as vendas, R$ 39,624 bilhões. Em março, houve entrada de recursos estrangeiros na Bolsa de R$ 3,150 bilhões.

No último pregão de abril, na sexta-feira, os investidores estrangeiros retiraram R$ 84,795 milhões da Bovespa. Naquele dia, o índice Bovespa (Ibovespa) fechou em baixa de 0,66%, aos 67.529,73 pontos, com giro de R$ 7,211 bilhões. No acumulado de 2010, há um déficit de R$ 1,281 bilhão em recursos estrangeiros na Bolsa.

Para Kelly Trentin, analista da corretora Spinelli, a fuga de investidores estrangeiros da Bovespa explica o próprio comportamento da Bolsa que, em abril, amargou recuo de 4,04%. "O que ocorreu foi uma troca: enquanto o Ibovespa caiu no mês, os índices Dow Jones e o S&P 500 subiram mais de 1%. Isso porque, com as melhora nos indicadores nos Estados Unidos, os investidores preferiram sair daqui para comprar ações americanas", afirma a analista.

Na avaliação de José Góes, economista da WinTrade, dois componentes foram importantes para o déficit de recursos estrangeiros na Bovespa em abril: o início do aperto monetário no País e a piora no cenário externo, com os problemas econômicos na Grécia, na Espanha e em Portugal. Góes acredita que a saída de capital externo da Bolsa deve se prolongar por mais dois ou três meses, até que a situação na Europa se torne mais clara.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG