Tamanho do texto

Apenas em abril, a saída de recursos é de R$ 938 milhões

O saldo de atuação do investidor estrangeiro na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) voltou a ficar negativo em mais de R$ 1 bilhão em 2010. No acumulado do ano, até o dia 28 de abril, período em que o Ibovespa recuou 2,82%, a presença do não residente no mercado estava deficitária em R$ 1,14 bilhão.

Vale notar que as vendas dos estrangeiros superaram as compras em R$ 2,1 bilhões, em janeiro, e em R$ 1,255 bilhão, em fevereiro. Já em março, o resultado ficou positivo em R$ 3,151 bilhões. Apenas em abril, o saldo de atuação do não residente estava deficitário em R$ 938,4 milhões até quarta-feira, resultado de compras num total de R$ 34,686 bilhões e de vendas de R$ 35,625 bilhões. O valor retirado do mercado explica uma parte da queda de 5,28% do Ibovespa no intervalo citado.

Ainda no acumulado do mês, o saldo de atuação da pessoa física está positivo em R$ 648,5 milhões, enquanto o dos investidores institucionais está deficitário em R$ 846 milhões. O estrangeiro reduziu sua posição na Bovespa nos seis últimos dias de negócios (até 28 de abril), retirando R$ 1,254 bilhão no período. Apenas na quarta-feira, o saldo de atuação do não residente ficou negativo em R$ 150,3 milhões. Naquele dia, entretanto, o Ibovespa havia subido 0,22%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.