Os investidores estrangeiros lideraram o giro financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) no mês de fevereiro, com participação de 35,5%, segundo dados divulgados pela BM&FBovespa em seu site. A parcela dos estrangeiros aumentou 1,4 ponto porcentual em relação a janeiro, quando estava em 34,1%.

Já a participação dos investidores pessoa física encolheu de 33,5% em janeiro para 32,8% em fevereiro. Apesar da contração de 0,7 ponto porcentual, eles ainda mantiveram a segunda posição, bem à frente do terceiro colocado, os investidores institucionais.

Os investidores institucionais, grupo composto por fundações e fundos de pensão, também perderam representatividade na mesma base de comparação, e tiveram participação de 22,9%, ou 0,9 ponto porcentual menor no período.

As empresas públicas e privadas também encolheram, de 2,2% em janeiro para 1,9% em fevereiro.

Além dos estrangeiros, o único outro segmento a apresentar crescimento foi o das instituições financeiras, que ampliaram sua participação em 0,5 ponto porcentual entre janeiro e fevereiro, para 6,8%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.