Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Estoque deve garantir a gasolina, mesmo na greve

A greve dos funcionários da Petrobras, iniciada ontem, não deve trazer conseqüências para o abastecimento nem para os preços da gasolina. Isso porque a estatal possui estoques e também já iniciou, ontem mesmo, um plano de contingência para contornar perdas na produção.

Agência Estado |

"A Petrobras trabalha com um estoque do combustível que deve garantir o abastecimento durante a paralisação. Mesmo que o estoque seja pequeno e ela tenha de importar combustível, isso não deve ser repassado ao consumidor por conta das metas de redução de inflação do governo", diz o diretor do Centro Brasileiro de Infra-Estrutura (Cebie), Adriano Pires.

Para ele, o reflexo da paralisação pode ser mais prejudicial para quem depende de gás natural. "O Brasil não tem estoques e não é possível importar o gás natural de um momento para o outro", afirma.

Trinta e três plataformas haviam aderido à greve na madrugada de ontem. A Petrobras divulgou comunicado informando que acionou seu plano de contingência, garantindo a continuidade operacional e o abastecimento do mercado. "A redução total da produção ao meio-dia de hoje (ontem) alcançava 136 mil barris/dia (cerca de 7% da produção no Brasil), sem afetar o fornecimento de combustíveis para o consumidor", informou a nota. No início da noite de ontem, porém, a Petrobras já havia retomado as operações em todas as unidades.

Os funcionários da Petrobras, na Bacia de Campos, iniciaram a greve porque querem que o dia do desembarque nas unidades marítimas da companhia seja considerado trabalhado e, portanto, remunerado. Para a Petrobras, esse dia é entendido como folga.

Novas reservas

A Petrobras anunciou ontem a descoberta de reservas de cerca de 150 milhões de barris de petróleo de boa qualidade no Litoral do Espírito Santo. A jazida fica próxima do Campo de Golfinho, a 60 km de Vitória. Segundo a estatal, a proximidade com a infra-estrutura de Golfinho pode acelerar o início da produção das novas reservas, que contém óleo com qualidade próxima à média do petróleo Brent, referência internacional de preços.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG