Buenos Aires, 26 - A falta de chuvas está comprometendo o plantio de milho na Argentina. Segundo relatório semanal da Secretaria de Agricultura, apenas 3% dos 3,5 milhões de hectares reservados para o grão já foram cultivados.

Há um ano, esse índice era de 10%.

Os produtores argentinos devem plantar menos milho este ano, já que o clima desfavorável, os limites impostos à exportação e os elevados custos de produção favorecem o cultivo da soja, uma cultura mais resistente e barata. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.