Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Estados Unidos entram em recessão, informa instituto de economia norte-americano

NOVA YORK - Os Estados Unidos estão em recessão desde dezembro de 2007, segundo informação divulgada pelo National Bureau of Economic Research (NBER) nesta segunda-feira. O instituto privado divulga dados que marcam os períodos de recessão da economia norte-americana.

Redação com agências |

 

A recessão atual foi particularmente difícil de ser definida porque o PIB ficou positivo até o terceiro trimestre deste ano. O NBER informa que avaliou os dados de postos de trabalho, que atingiu o pico em dezembro de 2007 e caiu em todos os meses desde então, assim como o PIB real e uma série de outros relatórios. "O comitê determinou que o declínio da atividade econômica em 2008 é consistente com o padrão de uma recessão", disse o instituto em comunicado.

Os economistas do órgão se reuniram na última sexta-feira e concluíram que houve um pico na atividade econômica dos Estados Unidos em dezembro de 2007. Esse pico, segundo comunicado publicado na página do órgão, marca o fim do período de expansão que começou em novembro de 2001 e o início de um período de recessão.

O comitê do NBER definiu dezembro como o mês de pico porque constatou que nos meses subsequentes o declínio na atividade econômica foi grande o bastante para ser considerado como recessão.

Casa Branca 

A Casa Branca reconheceu a declaração do instituto, mas afirmou que não irá mudar o seu curso na luta contra a crise financeira que se intensificou em agosto. "A coisa mais importante que nós podemos fazer para a economia neste momento é trazer os mercados financeiros e de créditos para o normal, e continuar a realizar progressos no setor imobiliário, e é onde nós continuamos focado", afirmou o porta-voz da Tony Fratto.

Lawrence Summers, um dos principais conselheiros econômicos de Obama afirmou que o ritmo da desaceleração está "acelerando". "Este é o porquê de o presidente-eleito Obama ter colocado como a sua principal prioridade aprovar um plano de ajuda econômica", afirmou Summers em comunicado.

Democratas da Câmara de Deputados provavelmente buscarão um pacote de estímulo de aproximadamente US$ 500 bilhões, afirmou um assistente democrata nesta segunda-feira.

O NBER é conhecido por levar tempo a declarar que uma recessão começou. O grupo não declarou março de 2001 como o começo de uma recessão até novembro daquele ano, quando afirmou que a economia estava saindo da recessão.

Economistas procurados pela agência Reuters esperam que a economia norte-americana contraia na primeira metade de 2009, para então crescer moderadamente no resto do ano.

Se a economia continuar se contraindo até junho do próximo do ano que vem, a previsão dos especialistas é que a economia norte-americana enfrentará a recessão mais duradoura desde a década de 1930.

(Com agência Reuters)

Para saber mais

 

 

Opinião

Leia tudo sobre: recessão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG