Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Estados Unidos encerram moratória do petróleo em águas profundas

O governo do presidente americano, Barack Obama, encerrou moratória na exploração de petróleo em águas profundas

AE |

selo

© AP
Pelicanos tentam se equilibrar nas boias de contenção do vazamento de petróleo
O governo do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, está encerrando uma moratória na exploração de petróleo em águas profundas. Com isso, acaba uma proibição de mais de quatro meses que gerou reclamações nos Estados da costa do Golfo, pelos prejuízos causados à economia local.

O secretário de Interior norte-americano, Ken Salazar, deve anunciar que a retomada da exploração de petróleo e gás em águas profundas é apropriada, contanto que as companhias cumpram as regulamentações, incluindo as impostas após o vazamento da BP, segundo um documento obtido pela Dow Jones. Esse vazamento foi o pior em águas profundas na história dos EUA.

Entre os temas mais importantes, consta que os executivos chefes de cada companhia devem garantir em um documento que são cumpridas as exigências. Além disso, antes dessa exploração começar, a agência encarregada de monitorar os processos planeja inspecionar cada plataforma.

"Nós iremos fazer inspeções em todas as plataformas em águas profundas antes de podermos dar o sinal verde para retomar a exploração em águas profundas", adiantou o diretor do Escritório de Gerenciamento, Regulação e Sanção do Gerenciamento de Energia do Oceano, Michael Bromwich, falando a repórteres nesta terça-feira. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: exploraçãopetróleoáguas profundas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG