Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Estados americanos pedem ajuda à Guarda Nacional contra vazamento de óleo

Washington, 3 mai (EFE).- Os estados Alabama, Flórida e Mississipi pediram hoje a mobilização de tropas da Guarda Nacional dos Estados Unidos para reforçar os dispositivos estatais contra o impacto do vazamento de petróleo no Golfo do México.

EFE |

Washington, 3 mai (EFE).- Os estados Alabama, Flórida e Mississipi pediram hoje a mobilização de tropas da Guarda Nacional dos Estados Unidos para reforçar os dispositivos estatais contra o impacto do vazamento de petróleo no Golfo do México. Dave Lapan, porta-voz do Departamento de Estado americano, disse hoje à imprensa que a solicitação dos estados é similar à realizada na semana passada pelo estado da Louisiana. Nesse sentido, o Governo federal deu sinal verde ao pedido e aceitou destinar um total de 6 mil soldados da Guarda Nacional à Louisiana. As autoridades da Flórida continuam hoje a realizar operações para enfrentar a provável chegada da mancha negra de óleo, que se aproxima da costa do estado. Elas avaliam o potencial impacto do vazamento para as águas e para a cultura de peixes e mariscos no Golfo do México. "Acho que dentro de alguns dias a mancha tóxica de petróleo vai chegar às costas da Louisiana, Alabama, Mississipi e Pensacola (costa noroeste da Flórida), tenho certeza disso", disse hoje à Agência Efe Daniel Somam, professor da Faculdade de Ciências Marinhas da Universidade de Miami. Na opinião de Somam, se os ventos do sul continuarem soprando em direção ao norte e o vazamento de óleo não parar, a chegada da "mancha negra" será quase inevitável. A companhia British Petroleum (BP), concessionária da plataforma que afundou em 22 de abril, dois dias após uma explosão na qual morreram 11 trabalhadores, disse hoje que assumirá o custo dos trabalhos de limpeza. EFE tb/sa

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG