Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Estado irlandês quer se tornar acionista majoritário do Anglo Irish Bank

Londres, 20 dez (EFE) - O Estado irlandês pretende se tornar acionista majoritário do Anglo Irish Bank, com uma injeção de três bilhões de euros, a qual está sendo intensamente negociada neste fim de semana. O jornal The Irish Times informa que o novo presidente do banco, Donald OConnor, continuará, por enquanto, no cargo, mas espera-se que, após essa injeção de capital, os outros membros do conselho de administração renunciem e que o Governo nomeie seus substitutos. O diretor-executivo do banco, David Drumm, apresentou sua renúncia pouco antes do meio-dia (hora local) de sexta-feira, 15 horas após o presidente anterior, Sean Fitzpatrick, ter feito o mesmo. Ele renunciou após ser revelado que tinha transferido, temporariamente e durante um período de oito anos, um total de 87 milhões de euros em créditos do Anglo Irish a outro banco sem declarar. Atualmente, a autoridade reguladora irlandesa investiga 150 milhões de euros de créditos aos diretores do Anglo que estavam pendentes no final de setembro. Estamos investigando. Não está claro por enquanto se alguma lei foi violada, disse um alto funcionário do órgão regulador.

EFE |

Segundo o "Irish Times", Fitzpatrick transferiu fundos pessoais do Anglo ao Banco da Irlanda antes de o Governo decidir garantir, em setembro, os depósitos e as dívidas nos bancos irlandeses.

Fontes consultadas pelo jornal destacaram ainda que o Governo está "preocupado e irritado" com o fato de o regulador estar a par dos empréstimos de Fitzpatrick há algum tempo, mas o Executivo não sabia de nada.

O Governo de Dublin está pressionando para que esta semana seja alcançado um acordo para recapitalizar o Anglo e possivelmente também o AIB e o Banco da Irlanda. EFE jr/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG