O governo espanhol decidiu promover cortes adicionais nos gastos em 2010 e 2011, numa tentativa de reduzir um dos maiores déficits orçamentários da zona do euro, disse um porta-voz neste domingo.Em meio à crescente preocupação de investidores em relação à delicada situação fiscal de alguns países, a ministra de Finanças da Espanha, Elena Salgado, pode anunciar, em reunião com seus pares da União Europeia, que o governo pretende reduzir o déficit orçamentário do país para 9,3% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2010 e para 6,5% do PIB em 2011.

O governo espanhol decidiu promover cortes adicionais nos gastos em 2010 e 2011, numa tentativa de reduzir um dos maiores déficits orçamentários da zona do euro, disse um porta-voz neste domingo.

Em meio à crescente preocupação de investidores em relação à delicada situação fiscal de alguns países, a ministra de Finanças da Espanha, Elena Salgado, pode anunciar, em reunião com seus pares da União Europeia, que o governo pretende reduzir o déficit orçamentário do país para 9,3% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2010 e para 6,5% do PIB em 2011.

A meta anterior era de um déficit de 9,8% do PIB em 2010 e de 7,5% em 2011. Até 2013, a Espanha precisa reduzir seu déficit para no máximo 3% do PIB, que é o limite estabelecido pela União Europeia para seus países membros. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.