O fundo de garantia dos depósitos bancários de 30 bilhões de euros anunciado na terça-feira pelo governo da Espanha aumentará a dívida pública do país em quase três pontos, a 41,5% do PIB, em 2009, anunciou o secretário de Estado para o Orçamento, Carlos Ocaña.

Até semana passada, o governo espanhol apostava para 2009 em uma dívida pública equivalente a 38,8% do Produto Interno Bruto (PIB), contra 36,8% em 2008.

Ocaña afirmou que o fundo de garantia aumentará a dívida pública em 2,7 a 2,8 pontos do PIB.

O governo espanhol anunciou a criação de um fundo de garantia dos depósitos bancários de 30 bilhões de euros, que prevê a compra dos ativos saudáveis dos estabelecimentos para que voltem a abrir o crédito para empresas e clientes particulares.

ot/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.