Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Espanha entrará em recessão no quarto trimestre, segundo os primeiros dados

Madri, 26 dez (EFE).- A economia da Espanha entrará em recessão no quarto trimestre do ano, segundo os indicadores dos últimos meses, que refletem uma acentuação do enfraquecimento da atividade a respeito do terceiro trimestre, quando a atividade já havia contraído 0,2%.

EFE |

O Ministério da Economia espanhol indica em seu último boletim que a economia espanhola intensificou em 2008 o processo de ajuste iniciado em meados do ano passado, devido, em grande medida, ao agravamento da crise nos mercados financeiros internacionais.

Esta situação já tinha feito com que a economia espanhola contraísse 0,2% no terceiro trimestre do ano.

O Ministério da Economia constata que os dados preliminares do quarto trimestre indicam uma acentuação do enfraquecimento da atividade o que, levando em conta que, tecnicamente, uma economia entra em recessão quando registra dois trimestres de crescimento negativo, indicaria que a Espanha entrará em recessão entre outubro e dezembro.

A perda de vigor da atividade econômica espanhola responde ao progressivo enfraquecimento da demanda nacional este ano, reflexo da mudança de tendência registrada pelo emprego, a deterioração da confiança dos agentes econômicos e o endurecimento das condições de financiamento, afirma a mesma fonte.

No entanto, lembra que a desaceleração da despesa interna foi compensada parcialmente por uma melhor evolução da demanda externa, devido, principalmente, à "significativa" queda das importações.

Isso deu lugar a uma "mudança significativa" na composição do Produto Interno Bruto (PIB), que, após vários anos de crescimento impulsionado pela demanda nacional passou a ter a demanda externa como motor principal. EFE mbg/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG