Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ernst & Young: 57% das companhias planejam aquisições em 12 meses

Mais da metade das companhias globais estudam fazer aquisições ou fusões nos próximos 12 meses, revela o estudo "Capital Confidence Barometer", divulgado hoje pela consultoria Ernst & Young. Segundo o levantamento, 57% das empresas analisam esta possibilidade - em novembro de 2009, quando foi apresentado o primeiro estudo sobre o assunto, esse índice era de 33%.

AE |

Mais da metade das companhias globais estudam fazer aquisições ou fusões nos próximos 12 meses, revela o estudo "Capital Confidence Barometer", divulgado hoje pela consultoria Ernst & Young. Segundo o levantamento, 57% das empresas analisam esta possibilidade - em novembro de 2009, quando foi apresentado o primeiro estudo sobre o assunto, esse índice era de 33%. Os empresários brasileiros estão entre as mais otimistas: 83% dos 25 executivos ouvidos no País disseram estar mais confiantes. Austrália (93%), Índia (91%) e China (80%) também aparecem entre os mais otimistas. A confiança é menor no Reino Unido (57%), EUA (56%) e França (44%). Foram entrevistados 817 executivos de grandes companhias de 51 países. O estudo, realizado no fim de março pela Ernst & Young em parceria com a Economist Intelligence Unit (EIU), mostra ainda que 40% dos entrevistados acreditam que a crise financeira irá acabar nos próximos 12 meses, ante 30% no levantamento anterior. Além disso, 64% dos executivos se mostram mais confiantes em relação às perspectivas para as economias de seus países. Os graus mais altos de confiança foram detectados na Austrália e na região da Ásia-Pacífico. O levantamento mostra também que 61% dos entrevistados esperam que a crise vai terminar em suas companhias dentro de 12 meses, ante 49% no ano passado - os maiores níveis de confiança foram verificados no setor automotivo (81%); o de energia é o menos confiante, com 59%. Diante disso, 47% das empresas agora esperam fazer aquisições nos próximos seis meses - alta de 22 pontos porcentuais na comparação com o levantamento anterior. "Está claro que as companhias agora estão mais dispostas e aptas a fazer aquisições, com muitas procurando realizar investimentos que haviam sido adiados", afirma, em relatório, Pip McCrostie, vice-presidente global de serviços consultivos de negócios da Ernst & Young. Em relação ao acesso à capital e ao crédito, 61% dos executivos disseram que as condições melhoram nos últimos seis meses - 26% disseram que acesso a financiamento não é problema para suas empresas.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG