Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ericsson perde quase metade do lucro em 2008 e anuncia demissão de 5 mil

Copenhague - O fabricante sueco de equipamentos de telecomunicações Ericsson anunciou, nesta quarta-feira, que seu lucro líquido em 2008 caiu 48% em relação a 2007 -ficando em 11,3 bilhões de coroas suecas (1,039 bilhões de euros) -, e que demitirá 5 mil trabalhadores no mundo todo dentro de seu plano de corte de gastos.

EFE |

 

A redução afetará principalmente os prestadores e trabalhadores temporários. Entre os demitidos, mil pertencem às divisões da companhia na Suécia, que concentram 64 mil empregados.

O lucro bruto da empresa foi de 24,8 bilhões de coroas suecas (2,206 bilhões de euros), 19% a menos, enquanto o ganho operacional caiu 22%, para 23,9 bilhões de coroas suecas (2,197 bilhões de euros).

O faturamento ainda cresceu 11%, ficando em 209 bilhões de coroas suecas (19,905 bilhões de euros).

O fluxo de caixa de atividades operacionais passou de 19,2 bilhões de coroas suecas a 24 bilhões de coroas suecas (de 1,765 bilhões de euros a 2,206 bilhões de euros).

No último trimestre de 2008 o lucro líquido subiu 31%, para 3,9 bilhões de coroas suecas (359 milhões de euros), enquanto o bruto cresceu 25%, atingindo 9,5 bilhões de coroas suecas (873 milhões de euros), em comparação com o mesmo período de 2007.

O lucro operacional, no mesmo período, foi de 9,2 bilhões de coroas suecas (846 milhões de euros), 21% melhor.

A Ericsson faturou 67 bilhões de coroas suecas nos últimos três meses do ano, 23% a mais, enquanto o fluxo de caixa de atividades operacionais se reduziu de 12 bilhões de coroas a 7 bilhões de coroas suecas (de 1,103 bilhões de euros a 644 bilhões de euros).

O presidente e diretor-executivo de Ericsson, Carl-Henric Svanberg, classificou como "sólido" o balanço anual, e destacou o aumento das vendas e a posição financeira "forte" da companhia, apesar da crise mundial, com a conseguinte redução da demanda.

O programa de redução de despesas iniciado por Ericsson em fevereiro de 2008 proporcionou uma economia de 6,5 bilhões de coroas suecas (598 milhões de euros), superior aos 4 milhões de coroas suecas (368 milhões de euros) que a companhia tinha fixado como objetivo.

Os custos de reestruturação para 2009 ficarão entre 6 bilhões de coroas suecas e 7 bilhões de coroas suecas (entre 552 milhões de euros e 644 milhões de euros).

A Ericsson espera que as novas medidas lhe permitam poupar 10 bilhões de coroas suecas (919 milhões de euros) anuais a partir do segundo semestre de 2010.

A publicação do balanço anual e do quarto trimestre de Ericsson estava prevista para o próximo dia 29, mas a companhia decidiu ontem à noite adiantá-la em oito dias. 

Leia mais sobre lucros

Leia tudo sobre: lucro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG