Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Equador diz que não tratará com Governo brasileiro caso Odebrecht

Quito, 11 set (EFE).- A ministra das Relações Exteriores do Equador, María Isabel Salvador, disse hoje que o caso da construtora Odebrecht, ameaçada de expulsão do país por ter cometido supostos erros em uma central hidroelétrica, não deve ser tratado com o Governos brasileiro.

EFE |

A chanceler afirmou que a Odebrecht é uma companhia privada "que, aparentemente, descumpriu contratos no Equador".

"É um assunto da empresa privada com o Estado equatoriano e, portanto, em nível de Governos, o tema não foi tratado".

Desde ontem, cerca de 70 militares fazem a segurança das instalações da hidroelétrica San Francisco, na Amazônia equatoriana, que é operada pela empresa brasileira.

A militarização ocorre um dia depois de o presidente do Fundo de Solidariedade do Equador, Jorge Glass, ameaçar expulsar a Odebrecht do país caso não corrija erros estruturais que, segundo ele, são de responsabilidade da empresa brasileira. EFE sm/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG