respeita convocação de embaixador do Brasil em Quito - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Equador respeita convocação de embaixador do Brasil em Quito

O Equador respeita a convocação do embaixador do Brasil em Quito, mas seguirá defendendo seus interesses e manterá a ação para não pagar um empréstimo ao BNDES, revelou nesta sexta-feira o ministro da Segurança, Gustavo Larrea.

AFP |

"O Brasil tem o pleno direito de convocar seu embaixador para consultas e o povo equatoriano tem o pleno direito de defender seus interesses nacionais", disse Larrea à imprensa.

Brasília convocou hoje para consultas seu embaixador em Quito, Antonino Marques Porto, após a decisão do presidente Rafael Correa de iniciar um processo internacional para não pagar o empréstimo de 243 milhões de dólares tomado com o BNDES para a construção de uma hidrelétrica pela Odebretch.

Na quarta-feira "iniciamos o processo jurídico para denunciar o crédito à Odebretch" na Câmara de Comércio Internacional de Paris, anunciou Correa na véspera, durante a divulgação dos resultados da auditoria sobre a dívida externa.

O BNDES financiou a construção da hidrelétrica San Francisco, que interrompeu suas operações por falhas técnicas apenas um ano depois da conclusão da obra. Devido a isso, Correa decidiu expulsar a Odebrecht do país.

Segundo o governo do Equador, o dinheiro foi fornecido à construtora pelo BNDES, e Quito considera que a dívida não é de sua responsabilidade.

cd/dm/LR

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG