O governo do Equador anunciou ontem o calote do pagamento de US$ 650 milhões referentes aos juros dos bônus Global 2015. É o segundo default em três dias.

Na sexta-feira, o governo do presidente Rafael Correa declarou que também não pagaria os juros dos bônus Global 2012, no total de US$ 30,6 milhões, que venceram ontem.

Uma comissão presidencial auditou os empréstimos externos feitos pelo país e concluiu que um total de US$ 3,9 bilhões são ilegais. A dívida externa do país beira os US$ 10 bilhões. Confirmado o não pagamento, será a segunda moratória do país em 10 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.