Tamanho do texto

O consumo de energia elétrica no Brasil aumentou 6,1% em julho sobre o mesmo mês do ano passado, indica a Resenha Mensal do Mercado, elaborada pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), divulgado hoje. No total, o consumo de energia pelo sistema elétrico nacional no mês passado totalizou 32,509 mil gigawatts-hora (GWh), o segundo maior do ano.

No acumulado dos primeiros sete meses de 2008, o crescimento foi de 3,8% sobre o mesmo período do ano passado e, nos últimos 12 meses até julho, o consumo cresceu 4,6%.

Os principais destaques em julho, segundo a EPE, foram as classes residencial e comercial, que assinalaram as maiores expansões, respectivamente de 8,4% e 7,2%. O consumo industrial cresceu 5,3% em julho sobre o mesmo período no ano passado.

De acordo com a EPE, os resultados do consumo de energia elétrica seguem impulsionados pela evolução da atividade econômica. "Merecem destaque, ainda, a queda sucessiva da taxa de desocupação e o aumento da massa salarial e da oferta de crédito, este com crescimento de 33% em 12 meses".

A EPE informou também que entre julho de 2007 e de 2008, o número de unidades consumidoras residenciais no País aumentou 3,5%, representando a incorporação, nesse período, de 1,8 milhão de novas unidades. O consumo médio das residências brasileiras foi de 148,1 quilowatt-hora/mês (kWh/mês) nos 12 meses, 1,1% acima do registrado no mesmo intervalo findo em 2007.

Regiões

Em São Paulo o avanço do consumo residencial também foi significativo, da ordem de 9%, influenciado por processo de reclassificação de consumidores de outros segmentos para o residencial em três grandes distribuidoras do Estado.

No Pará, o volume de energia elétrica consumido em julho foi recorde, devido a uma conjunção de fatores que o afetaram positivamente: redução de perdas comerciais, período de faturamento maior que o de julho de 2007 e temperatura mais elevada no mês.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.