Buenos Aires, 30 set (EFE).- As principais entidades agropecuárias da Argentina anunciaram hoje que farão um novo locaute comercial em protesto contra a falta de respostas do Governo aos problemas do setor.

A medida de pressão, convocada pela Federação Agrária Argentina (FAA), a Confederação Intercooperativa Agropecuária (Coninagro), as Confederações Rurais Argentinas e a Sociedade Rural Argentina, vai se estender da primeira hora de sexta-feira até a meia-noite da quarta-feira da semana que vem.

Nesse período, os produtores rurais não vão comercializar grãos destinados a indústrias ou para exportação, nem gado bovino, exceto os que venham de regiões afetadas pela seca.

O plano de luta será acompanhado pela instalação na terça-feira de uma tenda em frente ao Parlamento e de mobilizações em diferentes pontos do país.

Este é o quinto locaute comercial convocado pelas entidades rurais da Argentina este ano.

O presidente da FAA, Eduardo Buzzi, disse que desta vez o protesto não incluirá bloqueios de estradas, pois, segundo ele, o campo "não quer colocar a sociedade contra si". EFE nk/rb/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.