Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Endesa tem lucro de 233 milhões de euros no 1º semestre na América Latina

Madri, 28 jul (EFE).- A Endesa informou nesta segunda que alcançou um lucro líquido durante o primeiro semestre em seus negócios na América Latina de 233 milhões de euros (cerca de US$ 370 milhões), um aumento de 32% em comparação ao mesmo período do ano passado.

EFE |

A empresa informou que os resultados da área latino-americana se referem a Chile, Peru, Argentina, Colômbia e Brasil.

No âmbito regulador, o período se caracterizou pela revisão em alta das tarifas para as companhias Ampla e Coelce e pelo reconhecimento dos maiores custos para as compras de energia no país.

A demanda por eletricidade oscilou entre os aumentos de Peru (10%), Brasil (3,7%), Argentina (3,1%) e Colômbia (2,1%) e a queda no Chile (0,3%).

Quanto a Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortizações, na sigla em inglês), a Endesa ressaltou que teve um aumento de 10%, indo para 1,34 bilhão de euros (US$ 2,11 bilhões), enquanto o lucro líquido operacional (Ebit) foi de 1,06 bilhão de euros (US$ 1,67 bilhão), 11% a mais que em 2007.

A produção de centrais da Endesa na região caiu 1,9%, para 29,63 mil gigavatios-hora (GWh), por causa da menor geração das centrais hidroelétricas e por alguns problemas de fornecimento de gás natural.

As vendas de distribuição cresceram 2,1% graças aos incrementos de Peru e Colômbia, que compensaram a desaceleração do consumo do Chile, onde as vendas caíram 3%.

Apesar da pouca hidraulicidade que causou um aumento dos custos de geração, a empresa aumentou a margem da atividade de geração em 36%, para US$ 38 por megawatt-hora (MWh).

Entre janeiro e junho passado, a elétrica investiu na América Latina 420 milhões de euros (US$ 660 milhões), 15,9% a mais que em 2007.

No Chile e no Peru também foram aprovadas revisões de tarifas elétricas. EFE apc/fh/fal

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG