Tamanho do texto

WASHINGTON - Os pedidos de bens duráveis nos Estados Unidos caíram 4,5% em agosto, recuo acima do esperado pelo mercado, pressionados por queda na demanda por equipamentos de transporte e muitos produtos de custo elevado, informou o Departamento de Comércio na quinta-feira.

Acordo Ortográfico

A queda do último mês vista pelas encomendas de bens duráveis -produtos que devem durar três anos ou mais - seguiu um aumento revisado de 0,8% em julho, antes informado como um ganho de 1,3%.

Economistas de Wall Street previam um declínio de 1,6% nos pedidos de agosto. Excluindo transporte, os pedidos de bens duráveis em agosto caíram 3% depois de terem subido 0,1% em julho. A queda nos pedidos excluindo transporte foi a mais forte desde o começo de 2007.

Seguro-desemprego

Os novos pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos aumentaram em 32 mil na semana passada, somando 493 mil, perante a marca de 461 mil (número revisto) de uma semana antes.

O Departamento do Trabalho americano chamou atenção para o impacto do furacão Gustav na Lousiana e do furacão Ike no Texas, que contribuiu para o crescimento das requisições.

Na média das quatro últimas semanas até 20 de setembro, houve um acréscimo de 16 mil pedidos, para 462,5 mil, perante a média revista passada, de 446,5 mil.

Leia mais sobre a desaceleração da economia dos EUA

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.