Washington, 4 ago (EFE) - O valor dos bens encomendados às fábricas dos Estados Unidos subiu 1,7% em junho, o maior aumento desde dezembro e outro sinal da pressão inflacionária, informou hoje o Departamento de Comércio americano.

Em maio, os pedidos aumentaram 0,9% e a maioria dos analistas esperava um aumento similar em junho.

Os preços mais altos do petróleo e seus derivados, e o aumento da demanda por maquinarias, metais - cujo valor subiu 5,2% - e equipamentos elétricos contribuíram ao crescimento dos pedidos em junho.

O valor das encomendas de bens militares aumentou 16,9%, o que reflete a forte demanda por equipamentos para as guerras no Afeganistão e Iraque.

Os pedidos de bens duráveis cresceram 0,8%, indicou o relatório, enquanto as encomendas e despachos de bens não duráveis aumentaram 2,5%, em grande medida pelos preços mais altos de hidrocarbonetos, alimentos, plásticos e químicos. EFE jab/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.