Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Encomenda de sondas da Petrobras pode ser feita a vizinhos sul-americanos, diz Lobão

RIO - A crescente demanda por equipamentos na área de petróleo e gás e os gargalos encontrados na cadeia de produção de alguns desses equipamentos faz com que o governo brasileiro considere a possibilidade de encomendar partes e peças de plataformas, navios de apoio e sondas de perfuração em outros países da América do Sul. O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, confirmou que já houve conversas com representantes do Chile em busca de possíveis colaborações no setor.

Valor Online |

Lobão confirmou que o objetivo do governo é realizar o máximo possível de encomendas no mercado brasileiro, mas não descartou que parte das encomendas futuras da própria Petrobras acabe com vizinhos sul-americanos.

Doze sondas foram cotadas no exterior e países da América do Sul serão muito bem-vindos neste esforço. Tentaremos fazer as outras 28 sondas aqui, mas equipamentos poderão vir de outros países da América do Sul, disse Lobão, referindo-se ao primeiro lote de 12, das 40 sondas que a Petrobras encomendou para explorar o pré-sal.

(Rafael Rosas | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG