NOVA YORK - A dolorosa redução no tamanho do mercado financeiro de Wall Street pode custar a Nova York 225 mil empregos nos próximos dois anos e executivos com performances baixas devem ficar sem seus bônus, afirmou um representante do Estado nesta segunda-feira. A indústria de ativos financeiros pode eliminar um total de 38 mil funcionários até outubro do ano que vem e mais 10 mil empregos podem ser cortados em áreas relacionadas, como bancos, seguros e imóveis, afirmou o controlador de despesas do Estado, Thomas DiNapoli em comunicado.

Em termos de receitas, a redução de Wall Street deve encolher as receitas de Nova York em 6,5 bilhões de dólares.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.