Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Usina de Santo Antônio pode ter potência maior

Investimento adicional para aumentar a produção de energia elétrica será de aproximadamente R$ 500 milhões, diz executivo

AE |

selo

A Santo Antônio Energia, empresa responsável pelo projeto da hidrelétrica Santo Antônio, no Rio Madeira (RO), quer aumentar de 3.150 megawatts (MW) para 3.450 MW a potência instalada da usina. Segundo o presidente da empresa, Eduardo de Melo Pinto, a concessionária vai entregar na próxima semana à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) os estudos para obter o aval para a ampliação.

Segundo ele, o investimento adicional para aumentar a produção de energia elétrica será de aproximadamente R$ 500 milhões, a serem usados basicamente para comprar quatro novas turbinas. Assim, a quantidade de máquinas geradoras em Santo Antônio passará de 44 para 48. O investimento tende a ser recompensado, uma vez que toda a energia adicional poderá ser vendida no mercado livre, no qual os preços podem ser bem superiores aos do mercado cativo, formado pelas distribuidoras de energia. No mercado livre, os compradores são grandes empresas com consumo elevado de energia que escolhem seus fornecedores.

O diretor-geral da Aneel, Nelson Hubner, disse que a aprovação para o aumento da capacidade da usina não deverá ser demorada. Além disso, a mudança não exigirá autorização de órgãos ambientais. "Essa ampliação não altera as condições ambientais da usina, como a altura da barragem e o tamanho do reservatório", disse Hubner.

A Aneel autorizou a Santo Antônio Energia a antecipar de maio de 2012 para dezembro de 2011 o início da geração de energia da usina. Essa é a segunda antecipação de cronograma autorizada para a hidrelétrica, já que o calendário original previa o início das operações em dezembro de 2012.

Leia tudo sobre: Usina hidrelétricaEnergia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG