Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Usiminas lucra R$ 309 milhões no 1º trimestre

Receita líquida da companhia subiu 14% de janeiro a março, para R$ 3,043 bilhões, na comparação com o mesmo período em 2009

AE |

A Usiminas saiu do prejuízo de R$ 112 milhões registrado no primeiro trimestre do ano passado para lucro líquido de R$ 309 milhões no primeiro trimestre de 2010. Na comparação dos dois períodos, a receita líquida subiu 14%, para R$ 3,043 bilhões.

A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) aumentou 116%, para R$ 717 milhões. A margem Ebitda obtida pela Usiminas passou de 12,4% para 23,5%. As vendas físicas da Usiminas somaram 1,615 milhão de toneladas no primeiro trimestre, volume 54% maior que o registrado no mesmo período do ano passado.

Em relação ao quarto trimestre, porém, o volume caiu 5%. Do total vendido no primeiro trimestre, o mercado interno respondeu por 1,173 milhão de toneladas, 3% a menos que no quarto trimestre de 2009. As exportações tiveram queda de 10%. No primeiro trimestre, 35% das vendas da Usiminas no mercado interno foram destinadas ao setor automotivo, 20% ao setor industrial e 46% à chamada "grande rede" (de distribuição).

As vendas domésticas para o setor automotivo cresceram 47% ante o primeiro trimestre do ano passado e ficaram estáveis em relação ao quarto trimestre. Para o setor industrial, as vendas aumentaram 45% ante o primeiro trimestre de 2009, mas caíram 9% na comparação com o último trimestre do ano passado. As vendas destinadas à "grande rede" (distribuição) aumentaram 55% em relação ao primeiro trimestre, mas apresentaram queda de 2% ante o quarto trimestre.

O preço médio por tonelada vendida pela Usiminas caiu 21,8% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, para R$ 1.660. Na comparação com o quarto trimestre, houve aumento de 2%.

A produção de minério de ferro da Usiminas cresceu 30% no primeiro trimestre ante igual período do ano passado, para 1,509 milhão de toneladas. Na comparação com o quarto trimestre, o volume produzido da matéria-prima teve queda de 3%. Em março, a produção de minério pela Usiminas chegou ao volume recorde de 535 mil toneladas.

A Usiminas transferiu 1,372 milhão de toneladas de minério para as usinas de Ipatinga e Cubatão e vendeu 320 mil toneladas. As transferências aumentaram 12% ante o primeiro trimestre do ano passado, mas caíram 4% em relação ao quarto trimestre. Já as vendas subiram 89% na comparação com o primeiro trimestre de 2009. A Usiminas informou também que realizou dois embarques de minério para a Ásia no primeiro trimestre, no total de 317 mil toneladas.

A produção de aço bruto da Usiminas cresceu 77% no primeiro trimestre de 2010 ante o mesmo período do ano passado, para 1,820 milhão de toneladas. Na comparação com o quarto trimestre de 2010, o volume caiu 1%. Do total produzido nos três primeiros meses do ano, a usina de Ipatinga respondeu por 960 mil toneladas, enquanto a de Cubatão foi responsável por 860 mil toneladas.

A produção de Ipatinga aumentou 95% ante o primeiro trimestre do ano passado e cresceu 12% em relação ao quarto trimestre. Já o volume produzido em Cubatão teve expansão de 61% ante o intervalo equivalente de 2010 e queda de 13% na comparação com o último trimestre do ano passado. Em relatório, a companhia reiterou a meta de produzir 7 milhões de toneladas em 2010.

Leia tudo sobre: Usiminasaçoresultados

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG