Tamanho do texto

Joint venture entre BHP Billiton e Rio Tinto para produção de minério de ferro é alvo de investigação na Comissão Europeia

O regulador antitruste da União Europeia afirmou na quarta-feira ter recebido uma avaliação da mineradora brasileira Vale sobre a investigação que foca a joint venture entre a BHP Billiton e Rio Tinto para produção de minério de ferro.

A Comissão Europeia lançou uma investigação em janeiro para avaliar se a planejada união das duas empresas, segunda e terceira produtoras de minério de ferro do mundo, poderia reduzir a competição no mercado internacional.

"Estamos olhando as diferentes avaliações e comentários e juntando fatos no contexto da investigação da joint venture Rio Tinto/BHP Billiton", afirmou a porta-voz da Comissão Europeia, Amélia Torres, em entrevista coletiva, em Bruxelas.

"A Vale enviou uma avaliação à Comissão (Européia) que vamos agora olhar", acrescentou ela, sem divulgar o conteúdo do documento da Vale.

Os reguladores da Austrália, que também estão investigando a joint venture, ampliaram o prazo final para a decisão sobre o acordo pela segunda vez, para 27 de maio, citando mudanças nas condições de mercado.

Associações da indústria de aço da Europa pediram na semana passada que o regulador europeu investige práticas que ferem a competitividade e precificação injusta no setor, depois de a Vale e a BHP anunciarem mudanças no sistema de estabelecimento de preços.

Os grupos da indústria reclamaram que a Vale, BHP e Rio Tinto, as três maiores produtoras que controlam 68,5 por cento do mercado global de minério de ferro, poderiam estar abusando de sua posição dominante e limitando assim uma recuperação econômica.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.